Você está em: Página inicial » Notícias » Vice-diretor do IDE representa FGV em comitê gestor de pesquisa internacional na Indonésia

Notícias

Vice-diretor do IDE representa FGV em comitê gestor de pesquisa internacional na Indonésia
29/01/2013 14:00:00

O vice-diretor do IDE Stavros Xanthopoylos participou, entre os dias 20 e 26 de janeiro, de um encontro que reuniu autoridades educacionais em Jacarta, na Indonésia, para discutir projetos de pesquisa sobre os impactos e benefícios dos recursos educacionais abertos (OERs na sigla em inglês) em países da América Latina, Ásia e África.
 
O encontro é parte da iniciativa “Research into Open Educational Resources for Development in Post-Secondary Education in the Global South” (ROER4D), que tem apoio do International Development Research Centre of Canada (IDRC) e de outras instituições parceiras. Durante o evento, o comitê, formado por membros de instituições do hemisfério sul, selecionou 11 projetos de pesquisa, que contarão com um financiamento de um milhão de dólares canadenses (aproximadamente R$ 2 milhões). A gestão dos recursos será feita pela Universidade da Cidade do Cabo (África do Sul).
 
Entre as propostas selecionadas, está um estudo do FGV Online sobre os impactos sociais e educacionais de sua participação no OpenCourseWare Consortium (OCWC), consórcio do qual a instituição é membro desde 2008, e um projeto da USP de Ribeirão Preto sobre o desenvolvimento de recursos educacionais abertos em 40 países da América Latina, África e Ásia.
 
“A ideia por trás dessa iniciativa é pesquisar os recursos educacionais abertos em nível global no hemisfério Sul. O encontro em Jacarta serviu para analisarmos propostas de todos os continentes – das quais 11 foram selecionadas – e identificarmos as sinergias entre os projetos, além do foco e do escopo de cada um deles, e determinar as linhas mestras dos projetos que irão adiante”, explica Xanthopoylos, que é o representante da iniciativa para a América Latina.
 
O encontro em Jacarta contou, ainda, com a presença de representantes de universidades abertas da Ásia e da África e do responsável pela área de Recursos Educacionais Abertos da UNESCO, Abel Caine, que participou como observador.
 
O evento marcou a fase zero da iniciativa, que receberá as versões finais dos projetos selecionados até o dia 20 de fevereiro.

 

Clique aqui para verificar seus pagamentos

Cadastre-se

Se você nunca se cadastrou neste site, efetue seu cadastro abaixo:

Resgate sua senha

  • E-mail:  
  •  
  •  
  •  

Altere seus dados

Para alterar seus dados, por favor, informe seu CPF ou passaporte, e sua senha do site: